• LinkedIn
  • Assine nossos Feeds
Archive from junho, 2014

Profissionalizado, negócio de rua não sabe o que é crise

jun 30, 2014   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

650

Com investimentos que variam de R$ 18 mil a R$ 200 mil, retorno de lucro rápido e menos custos operacionais, os negócios de alimentação na rua crescem e se profissionalizam em Ribeirão Preto.
Somente nos últimos dois anos, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, o número de microempreendedores que trabalham com serviço ambulante de alimentação na cidade dobrou.

Hoje, estão registrados 506 negócios do tipo, cerca de 3% do total de MEIs existentes na cidade.
“A principal característica desses vendedores de alimentos nas ruas, perfil que mudou nos últimos anos, é o registro no programa Microempreendedor Individual.

Hoje, a maioria dos donos de carrinhos e trailers são MEIs, o que facilita o processo e aumenta a formalização”, diz Oswaldo Braga, chefe do Departamento de Fiscalização Geral da Prefeitura.
Uma das vantagens está, por exemplo, na isenção da taxa de R$ 10 de inspeção da Vigilância Sanitária, que é obrigatória para os vendedores ambulantes de alimentos.

E ainda segundo Braga, a formalização pelo MEI desse tipo de negócio fez com que a alimentação nas ruas de Ribeirão se profissionalizasse.

“Hoje temos negócios mais organizados e ideias diferentes, que chamam a atenção e se destacam”, diz. E um desses destaques, que é notado por todos que passam pela Avenida Treze de Maio após as 19h, é o carrinho com um forno a lenha, do microempreendedor Fabrício Formoso.

Negócio de família, a microfranquia de pizzas que nasceu na cidade de Espírito Santo do Pinhal chegou a Ribeirão há um ano.

“É um negócio muito bom, fez sucesso aqui, temos movimento todos os dias e o processo é bem mais fácil. Como não temos aluguel para pagar, só temos os custos com o produto. O lucro fica maior”, diz Fabrício, que chega a vender 120 minipizzas por noite na avenida.

Os investimentos no carrinho foram pagos em dois meses de trabalho, o empreendedor e a mãe ficam de quarta-feira a domingo na avenida e já têm planos de expansão do negócio. “Até o final do ano vamos investir em um outro carrinho em outro ponto da cidade”, diz.

‘Boa alternativa para conhecer o mercado’

A alimentação na rua, em pontos ambulantes, é uma tendência em Ribeirão Preto, de acordo com o Sebrae-SP.

O órgão tem um núcleo de apoio aos negócios ligados à alimentação e vê o crescimento gradativo dos chamados “food trucks” (pequenos caminhões, vans ou ônibus especializados de alimentação) em Ribeirão Preto.

“Ainda não existe um movimento tão forte como em São Paulo, mas os negócios têm crescido. O número de negócios é cada vez maior e são ideias diferentes, novos investimentos”, diz a gestora do programa de alimentação do Sebrae Ribeirão, Daniele de Paula.

Ainda segundo Daniele, para quem quer investir no ramo de alimentação –que está entre os que mais crescem na cidade- começar com um negócio na rua é uma boa opção.

“É uma alternativa para quem quer conhecer o mercado e não tem um recurso para abrir um ponto fixo. Ter um carrinho, que tem um investimento menor, traz essa possibilidade de crescimento”, diz.

Treze de Maio e Presidente Vargas são disputadas 

Os dois principais corredores de negócios de alimentação na rua em Ribeirão estão nas Avenidas Treze de Maio e Presidente Vargas. “São avenidas de grande movimento, com fluxo grande de carros, o que torna um espaço interessante para esse tipo de negócio”, diz Oswaldo Braga, chefe do Departamento de Fiscalização Geral da Prefeitura.

Clientes fiéis da comida de rua, o casal Bruno Ferreira da Silva, 25 anos, e Bruna Villela, 20, destacam a praticidade dos negócios. “É mais fácil e mais rápido, a gente vem sempre. E hoje são muitas opções na cidade, o que é bom”, diz.

Os preços também atraem os clientes, como os custos são menores, os valores ficam mais em conta. Na maioria dos carrinhos, é possível encontrar alimentos a partir de R$ 7,00.

Martins começou com caminhão e hoje tem ônibus

E foi o que aconteceu com o empreendedor Wilson Cesar Martins, que há dez anos vende cachorro-quente nas ruas de Ribeirão. Ele começou com um negócio pequeno, em um trailer, já teve um caminhão, uma van e, desde dezembro de 2012, está com um ônibus na Avenida Treze de Maio.

“Já tinha planos de alguma coisa mais arrojada, diferente do que existe no mercado. Valeu a pena o investimento. É uma opção na rua, mas com lugares para sentar dentro do ônibus também, isso que agrada o cliente. Em Ribeirão existe essa tradição de comer nas ruas e um negócio diferente na rua chama a atenção”, diz Martins.

O empreendedor disse ainda que levou um ano e meio para conseguir montar a estrutura do ônibus, agora, os planos são de expansão do negócio. “Vou continuar na rua, mas com quatro novos pontos em modelo de franquias.”

Alimentação durante a Copa pode ser saborosa e saudável, indica nutricionista

jun 27, 2014   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

dreamstime_xs_20207319

Reunir amigos e familiares para assistir aos jogos da seleção durante a Copa do Mundo é uma tradição compartilhada por muitos brasileiros. Cerveja, churrasco, pipoca, refrigerante, salgados e outros alimentos industrializados também fazem parte da festa. Mas, de acordo com a nutricionista da Estância do Lago Wellness  Thais Brito, é possível trocar as comidas gordurosas por alimentos mais saudáveis sem perder o sabor e o clima de confraternização.

Os dados mais recentes sobre obesidade no Brasil, registrados pela Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) em 2012, revelam que 51% da população está acima do peso ideal.

As consequências do excesso de peso são muito graves e podem promover males como ataque cardíaco, derrame, diabetes tipo 2, pressão alta, insuficiência cardíaca congestiva, câncer de próstata, de cólon e de reto, cálculos biliares, gota, osteoartrite de joelho e apneia do sono. E o excesso de calorias é o grande vilão nessa história.

Pensando nisso, faz-se necessária a reeducação alimentar para uma vida saudável. “É possível fazer alterações graduais na dieta para não eliminar as comidas prediletas. Diminua, por exemplo, a ingestão de frituras e álcool”, afirma Thais.

A Copa do Mundo pode ser um bom começo para começar a se alimentar melhor. Para substituir os alimentos gordurosos e maléficos à saúde, Thais dá algumas sugestões de cardápio.

– No lugar das guloseimas gordurosas, como queijos e salames, monte uma mesa de frutas.

– Troque a pipoca por biscoitos de polvilho, que contêm baixas calorias, ou por oleaginosas, como amêndoa, avelã, castanha de caju, castanha-do-pará, macadamia e nozes.

– No intervalo das partidas – momento em que todos se reúnem para beliscar a comida – sirva brusquetas com pão integral.

– Deixar a cerveja de lado durante os jogos é um grande desafio, mas você pode aproveitar o frio para servir quentão de suco de uva com canela e gengibre.

Fispal aposta em tendências globais e destaca food trucks

jun 26, 2014   //   by admin   //   Noticias  //  No Comments

cleliay_p1010586

A feira Fispal Food Service é uma das grandes referências do segmento de alimentação profissional, que segue até o dia 27 no Expo Center Norte, em São Paulo, apresentando muitas novidades para o setor. Segundo a diretora do grupo BTS, que organiza o evento, Clélia Iwaki, este ano o maior diferencial oferecido para os visitantes são os food trucks, veículos customizados para a comercialização de alimentos e bebidas.

De acordo com Clélia, a maior preocupação na hora de organizar o evento é acompanhar e oferecer as tendências do mercado, e os Food Trucks são considerados a grande promessa para o setor nos próximos anos. Ela destaca ainda a expansão da oferta de palestras e cursos, atendendo a uma demanda crescente do público por conteúdos variados ao visitarem a feira.

COPA DO MUNDO
Ontem, a Fispal 2014 alcançou o mesmo número de visitantes de seu primeiro dia no ano passado, apesar da Copa do Mundo que, de acordo com a organizadora, criou uma onda de insegurança geral nos profissionais da área, causando uma queda de 10% no número total de expositores.

SUSTENTABILIDADE
Há dois anos a feira vem fechando parcerias com empresas de reciclagem, no sentido de aproveitar o lixo produzido durante a temporada do evento, além de outras iniciativas que, segundo Clélia, “não são apenas tendências, mas obrigação”, referindo-se à importância da sustentabilidade.

EM 2015
Para o próximo ano, a feira espera retomar o ritmo dos anos anteriores à Copa do Mundo, e aumentar ainda mais o seu espaço e visibilidade dentro do mercado. A organização adianta que a próxima edição já começa a ser preparada no mesmo local, com mais novidades e expositores, seguindo a preocupação constante por novidades relevantes no segmento alimentício.a

Alimentação auxilia imunidade contra doenças respiratórias

jun 3, 2014   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

alimentacao-doencas-respiratorias

O outono é caracterizado pelas noites mais longas que os dias. Por ser uma estação de transição entre o verão e o inverno, apresenta características mescladas, como mudanças bruscas de temperatura, diminuição da umidade do ar e aumento da amplitude térmica, que representam fatores agravantes de doenças respiratórias, como gripes e resfriados.

Uma alimentação equilibrada e rica em vitaminas e minerais pode aumentar a resistência imunológica, diminuindo a susceptibilidade a essas ocorrências.

“Para consumir a quantidade necessária de vitaminas e minerais, o ideal é diversificar sempre o consumo dos alimentos, principalmente frutas, legumes, verduras e leguminosas”, comenta Beatriz Botéquio, nutricionista pós-graduada em promoção da saúde pela USP.

Por conta das quedas de temperatura comuns durante o outono, o organismo aumenta o metabolismo na tentativa de elevar sua temperatura corporal.

Assim, há um pequeno aumento da necessidade calórica para manter a temperatura ideal do corpo, e também aumentar a imunidade.

Para ajudar o organismo nessa tarefa, devemos dar preferência a cardápios nutritivos, como sopas cremosas, canjas com legumes e carne, vitaminas de frutas e cereais integrais.
O consumo de alimentos gordurosos, como o chocolate, carnes vermelhas com gordura aparente e bolachas recheadas, deve ser moderado.

Para uma alimentação equilibrada e que fortaleça a imunidade para o Outono, um dos pontos essenciais é o consumo adequado de proteínas.

As proteínas são fundamentais na estrutura das células do organismo, manutenção e construção de massa muscular e sistema imunológico, proporcionando “força” ao corpo.

É muito importante também não se esquecer de consumir líquidos, uma vez que durante os períodos de frio, a sensação de sede diminui e as pessoas se esquecem de se hidratar.

“Uma boa combinação de proteína e fonte de hidratação são as bebidas à base de soja. Considerada um dos mais completos alimentos de origem vegetal, a soja fornece proteína de alto valor biológico, que contém todos os aminoácidos essenciais e em quantidades suficientes”, diz Beatriz.

Uma opção prática e nutritiva para proteger sua saúde nessa época do ano são as bebidas que combinam a proteína da soja com fibras, cálcio, fósforo e potássio, além das vitaminas do complexo B, que junto com o zinco, contribuem para o metabolismo energético, captação e utilização das proteínas e manutenção do sistema imunológico.

“Desta forma, as bebidas à base de soja podem compor a alimentação em todas as fases da vida, proporcionando importantes nutrientes ao organismo e fortalecendo nosso sistema imunológico e, consequentemente, preparando o organismo para as alterações climáticas”, finaliza Beatriz.

Não deixe faltar disposição no outono. Evite a gripe, o cansaço e a preguiça nesse outono/inverno: invista em alimentos nutritivos e que irão ajudar na sua imunidade.